SINDICATO DOS GUARDAS CIVIS METROPOLITANOS DE SÃO PAULO
Visitantes On-line
27
Total de Visitas
1957230

Central de Atendimento (11) 3231-0330

Notícias

publicado em 18/01/2019
REUNIÃO COM A SMSU
A Diretoria do SindGuardas-SP se reuniu com a Secretaria Municipal de Segurança Urbana na tarde de sexta-feira (18/01), dando encaminhamento às negociações que envolvem salário e condições de trabalho dos Guardas Civis Metropolitanos. 

As pautas tratadas foram:

REAJUSTE DO RETP, DO PISO E GRATIFICAÇÃO DE REGIÃO ESTRATÉGICA

O Secretário Adjunto Fernando Lorencini, informou que na folha do mês de janeiro virá com os reajustes do RETP (de 80% para 90%) e do Piso (de R$ 1.656,00 para R$ 2.180,00), retroativos ao mês de outubro. No entanto, por conta da necessidade de ajustes no sistema, que são de responsabilidade da secretaria de gestão, ainda não foi possível acrescentar à folha a gratificação de região estratégica para as unidades que passaram a ter direito a partir da reorganização da GCM. Tão logo seja tecnicamente possível será incluído na folha. No caso desta gratificação, deverá ser retroativa ao mês de abril.

EVOLUÇÃO FUNCIONAL

A diretoria do SindGuardas-SP, aproveitou para parabenizar a equipe da DRH, por ter feito a publicação das vagas para a disputa à promoção vertical no início de mês de janeiro e não no final, como era feito anteriormente. Também agradeceu a diretora por, rapidamente ter corrigido os números de vagas, tão logo foi oficiada pelo SindGuardas-SP.
O Secretário Adjunto também informou que, nos próximos dias deverá constituir uma comissão (com a participação do SindGuardas-SP), para discutir o aperfeiçoamento do decreto 56.795/16, que estabelece a pontuação para o processo de promoção vertical.

CONCURSO PÚBLICO

De acordo com a SMSU, a minuta do edital para um novo concurso já está em fase final de elaboração e o pedido de abertura já foi encaminhado para a Gestão. A expectativa é de que todos os tramites estejam concluídos no primeiro trimestre. Também informou que a intenção é de que seja aberto um concurso para 1.000 novos GCMs e a partir de 2020 sejam abertos anualmente concursos menores.
O SindGuardas-SP irá oferecer, através de uma parceria, curso preparatório para os interessados em ingressar na corporação.

LIMPEZA DAS UNIDADES

Foi informado ao SindGuardas-SP, que já foi concluído o processo de contratação e a partir do próximo mês, TODAS as unidades da GCM contará com equipe de limpeza.
UNIFORMES

A diretoria do SindGuardas-SP, apresentou a dificuldade que os servidores encontram em receber uniformes regularmente, levando inclusive o exemplo de uma colega, que estava trabalhando com o borzeguim furado na operação do Passe Livre. De acordo com a SMSU forma comprados uniformes suficientes para entregar 2 calças, 2 camisas, 2 camisetas, 1 cinto de lona, 1 cinto de guarnição, 1 par de borzeguim e 1 blusa de frio para todo o efetivo operacional e 1 conjunto para todo o efetivo não operacional. Que o comando da GCM, através da SUPLAN deverá organizar a distribuição deste material, de maneira a garantir que todos recebam.

RENOVAÇÃO DA FROTA

De acordo com a SMSU, o processo de licitação para renovação geral da frota continua dependendo da liberação do TCM e, por conta disto foi feita a prorrogação do contrato atual. Tão logo o Tribunal libere o processo será efetivada a licitação.

DEAC

A diretoria do SindGuardas-SP apontou a dificuldade do efetivo em fazer a inscrição para a DEAC, pelas mais diversas razões e já havia sugerido à SMSU que viabilizasse a inscrição pela internet.
A SMSU informou que esta possibilidade está sendo viabilizada dentro do aplicativo SP+Segura. Segundo a secretaria o aplicativo já está em fase de testes e assim que estiver aprovado será disponibilizado ao efetivo.

OPERAÇÕES: RÉVEILLON, CONCÓRDIA E PASSE LIVRE

O SindGuardas-SP cobrou a apuração rigorosa das circunstâncias que transformaram a operação Réveillon no desastre que foi.  Informamos que os trabalhadores continuam tendo dificuldades no Largo da Concórdia (rendição, não cumprimento das horas de atividade física). 
Também informamos que acompanhamos as operações durante as manifestações do Movimento Passe Livre e que a condução destas foram elogiáveis: houve revezamento, ninguém foi colocado em jornadas extenuantes, providenciaram água e capa de chuva para o efetivo. Aproveitamos para ressaltar que, se nesta operação o comando consegue organizar adequadamente, também tem que conseguir nas outras.
Segundo o comando da GCM o ocorrido no Réveillon está sendo apurado e irá verificar o que está ocorrendo na Concórdia.

REMOÇÃO DE CIPEIROS

O SindGuardas-SP cobrou do comando a responsabilização dos chefes de unidade incluíram na lista de remoção integrantes da CIPA. De acordo com o comando a legislação será respeitada e nenhum CIPEIRO será removido.
A Diretoria do SindGuardas-SP lamentou ter que levar para a reunião na SMSU questões operacionais da corporação, visto que a condução da SMSU tem se pautado por dar total autonomia operacional para a GCM. 
Neste sentido solicitamos o estabelecimento de um processo de reuniões formais e periódicas, nos moldes com as que ocorre com a secretaria,  entre o SindGuardas-SP e o comando da GCM, por entendermos ser a melhor forma de encaminharmos as demandas do efetivo e construirmos de maneira mais eficiente as soluções para os problemas internos.

 
SINDGUARDAS-SP HÁ 25 ANOS TRABALHANDO PARA VOCÊ

Comentários

Mais Notícias

Onde Estamos
Rua Xavier de Toledo - 84 - 2º Andar - São Paulo | Telefones: 11 3231 - 0330 / 3231.4902 | Próximo ao metro Anhangabaú

Logo Infosind