SINDICATO DOS GUARDAS CIVIS METROPOLITANOS DE SÃO PAULO
Visitantes On-line
34
Total de Visitas
2130398

Central de Atendimento (11) 3231-0330

Notícias

publicado em 27/02/2019
COMUNICADO - REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A Frente Parlamentar de Segurança da Câmara dos Deputados reuniu-se na manhã de quarta-feira (27/02/2019) no Auditório Freitas Nobre da Câmara dos Deputados, para discutir as regras de previdência dos profissionais de segurança pública previstas na PEC06/2019 (Reforma da Previdência).

Durante o evento, diversos parlamentares, entre eles o Grande defensor das Guardas Municipais o Deputado Lincoln Portela (PR-MG) de forma aguerrida defendeu a inclusão da Guardas Municipais nas regras de aposentadoria especial.

Todos os demais parlamentares comprometeram-se em apoiar todas as entidades representadas no evento na luta pela garantia do direito de aposentadoria especial.

O diretor do SINDGUARDAS-SP e da FENAGUARDAS, Evandro Fucítalo, acompanhado de diversos representantes das diversas categorias de agentes segurança, fez um breve relato das atividades desenvolvidas pelas Guardas Municipais, apresentando número de ocorrências policiais da região metropolitana de São Paulo e de Curitiba, que em 2018 atenderam 41.000 e 24.000, respectivamente, encaminhadas às Delegacias de Polícia, frisando que nesses números não estão contabilizadas as ocorrências de ordem social, da ação dos Guarda Civis Metropolitanos de São Paulo na  Cracolândia, que além de ser um trabalho de alto risco à integridade física, também é um local com grau elevado de insalubridade que os policiais da GCM estão exposto cotidianamente.
 Evandro também mostrou aos parlamentares presentes toda a indignação dos Guardas Municipais em afirmar que o Governo não tem motivos fáticos para excluir as Guardas Municipais das regras da aposentadoria especial, pois não há diferença na atuação contra a criminalidade feita por um Guarda Municipal ou qualquer outro de agente de segurança pública.

Os Parlamentares também se comprometeram a corrigir essa injustiça imposta contra os homens e mulheres das centenas de Guardas Municipais do país.

No evento, a União dos Policias do Brasil (UPB) integrada por diversas entidades de servidores da segurança pública, entre elas a FENAGUARDAS, apresentou um trabalho técnico para sustentar a necessidade de garantir o direito de regras diferenciadas de aposentadoria aos profissionais da segurança pública.

Participaram da reunião, além do Deputado Lincoln Portela, os Deputados Ubiratan Sanderson (PSL-MG) (responsável pela organização do evento), José Medeiros (PODE-MT), Fábio Henrique (PDT-SE), Subtenente Gonzaga (PDT-MG), Antonio Furtado (PSL-RJ) Luis Miranda (DEM-DF), Felício Laterça (PSL-RJ), Delegado Pablo (PSL-AM), Daniel Silvbeira (PSL-RJ), Nicoletti (PSL-RR) e o Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG).

O evento contou com os representantes da Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (SINPOL-DF/COBRAPOL) Marcele Alcântara; Luís Boudens, presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF); Deolindo Paulo Carniel, presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FENAPRF);  Edvandir Felix de Paiva, presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF); Marcos Camargo, presidente da Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF) e do Diretor da Federação Nacional de Sindicatos de Guardas Municipais (FENAGUARDAS) Evandro Fucítalo, que reforçaram a disposição de defender a aposentadoria diferenciada para os profissionais de segurança e apoiar o posicionamento da UPB.


 
SindGuardas-SP, JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
 

Comentários

Mais Notícias

Onde Estamos
Rua Xavier de Toledo - 84 - 2º Andar - São Paulo | Telefones: 11 3231 - 0330 / 3231.4902 | Próximo ao metro Anhangabaú

Logo Infosind