Painel do Associado
Seja bem vindo ao
PAINEL DO ASSOCIADO


Voltar
RECUPERAÇÃO
DE SENHA

Atenção, enviamos o e-mail de recuperação de senha para:

Por favor, verifique seu e-mail para recuperar sua senha.

Visitantes On-line
161
Total de Visitas
3083033

Sindicato dos Guardas Civis
Metropolitanos de São Paulo

Central de Atendimento WhatsApp
11 98534-0105 / 98132-4349 / 98132-9367

Central de Atendimento WhatsApp
11 98534-0105
98132-4349 / 98132-9367

Notícias

publicado em 21/05/2020
NOTA DE REPÚDIO PREFEITO BRUNO COVAS - SINDGUARDAS-SP
SINDGUARDAS-SP

NOTA DE REPÚDIO


O Senhor Bruno Covas, entre os diversos equívocos que vem praticando desde que assumiu a prefeitura da cidade, recentemente cometeu novo e grave erro! 

Durante o Programa Pânico apresentado pela rádio Jovem Pan, demonstrou seu total despreparo em ocupar o importantíssimo cargo de Prefeito da maior Cidade do Brasil.

Concedendo a entrevista, muito alegre e muito extrovertida, diga-se, em meio as milhares de vítimas fatais na cidade que ele governa, expôs seu conhecimento obtuso sobre o que é poder de polícia e sobre as competências da Guarda Civil Metropolitana, competências essas que são concedidas pelo próprio chefe do executivo municipal.

Na infeliz e desconexa fala, o Senhor Bruno Covas afirma que a “Guarda Civil Metropolitana é apenas uma Guarda Patrimonial”.

O ignorante e lamentável comentário, muito comum na atual administração municipal, a exemplo do rodizio que durou apenas uma semana e causou muito prejuízos aos cidadãos paulistanos, mostra decisões antagônicas de quem tem o importante múnus de cuidar de vida das pessoas.

Entre as atividades essenciais à manutenção do estado emergencial, nosso travesso prefeito elencou as atividades de segurança urbana, que são executadas pelos policiais da Guarda Civil Metropolitana, como atividade essencial ao combate da pandemia que vem causando tantas mortes.

O senhor Bruno Covas deveria procurar se informar das competências dos seus instrumentos de execução das políticas públicas municipais e procurar se inteirar sobre o que é poder de polícia, mas, devido ao descaso no gerenciamento da rés pública (coisa pública) vamos ofertar um mínimo de conhecimento para o exercício da função de prefeito:

“Art. 78 CTN Considera-se poder de polícia a atividade da administração pública que, limitando ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato, em razão de interesse público concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do Poder Público, à tranquilidade pública ou ao respeito à propriedade e aos direitos individuais ou coletivos”

Mas se na concepção do nobre jocoso Bruno Covas a Guarda Civil Metropolitana é apenas uma “Guarda patrimonial” qual seria a justificativa para manter os trabalhadores da Guardas Civil Metropolitana 24 horas por dia na região conhecida como Cracolândia, onde há o constante tráfico de drogas e tantos outros ilícitos penais?!?
Porque os GCMs tem a incumbência de fiscalizar o fechamento do comércio?!? Porque os GCMs foram obrigados a fiscalizar o desnorteado e inútil rodizio de veículos?!?

O senhor Bruno Covas, desde que assumiu a prefeitura, vem produzindo mais “porquês” do que soluções práticas para a cidade e para população da Cidade de São Paulo, afinal, a sua gestão tem característica de uma grande área de lazer.

Mas essa forma divertida de lidar com a Administração vem custando vidas humanas, e em especial de vários policiais da Guarda Civil Metropolitana, que tombaram na guerra contra esse inimigo letal que não tem o mesmo bom humor do nosso ultrajante prefeito.

Os trabalhadores da Guarda Civil Metropolitana nunca fugiram às suas reponsabilidades e muito menos trataram a cidade ou a população com desprezo demonstrado pelo desidioso Prefeito, e exigimos o mesmo tratamento e respeito daquele que ocupa de forma transitória a cadeira de Prefeito.

Onde Estamos
Rua Xavier de Toledo - 84 - 2º Andar - São Paulo | Telefones: 11 3231 - 0330 / 3231.4902 | Próximo ao metro Anhangabaú

Logo Infosind
Carregando . . .