Painel do Associado
Seja bem vindo ao
PAINEL DO ASSOCIADO


Voltar
RECUPERAÇÃO
DE SENHA

Atenção, enviamos o e-mail de recuperação de senha para:

Por favor, verifique seu e-mail para recuperar sua senha.

Visitantes On-line
34
Total de Visitas
3403711

Sindicato dos Guardas Civis
Metropolitanos de São Paulo

Atendimentos através dos números abaixo

Central de Atendimento WhatsApp
Jurídico: 11 98534-0105 / ADM: 98132-9367 / ADM2: 98132-4349 / Benefícios: 98132-9981

Central de Atendimento WhatsApp
11 98534-0105 / 11 98132-9981
98132-4349 / 98132-9367

Notícias

publicado em 22/01/2021
DIRETORIA DO SINDGUARDAS-SP SE REUNE COM SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SEGURANÇA URBANA ADJUNTO
Na tarde da última quinta-feira (21/01), a Diretoria do Sindguardas-SP se reuniu com o Sr. Secretário Municipal de Segurança Urbana Adjunto Dalmo Luiz Coelho Álamo, para tratar das reivindicações primárias da Guarda Civil Metropolitana. Também participaram da reunião a Sra. Chefe de Gabinete da SMSU Maria das Dores Alves de Oliveira e a Sra. Inspetora de Divisão Regina, além de uma breve visita da Sra. Secretária Municipal de Segurança Urbana Elza Paulina de Souza.

As pautas primárias apresentadas ao Sr. Secretário Adjunto e debatidas na reunião foram:

REPOSIÇÃO SALARIAL E REAJUSTE DA DEAC

Demandando sobre reposição salarial e reajuste da DEAC, o Sr. Secretário Adjunto Álamo informou que trataremos ao longo do ano da discussão salarial, que o governo atual entende que o salário do policial GCM é baixo e deve ser revisto, mas esta discussão é ampla e envolve outras pastas.

Quanto à DEAC, a SMSU já está revisando o processo SEI que tramitava sobre o reajuste dos valores e trará uma posição na próxima reunião.

CONTRATAÇÃO DE EFETIVO – ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO

Questionado acerca da abertura de concurso público para a contratação de novos policiais para a Guarda Civil Metropolitana, o Sr. Secretário Adjunto Álamo respondeu que é meta do governo a contratação de 2.000 (dois mil) novos GCM’s ao longo do atual mandato, sendo aberto o concurso no ano de 2021 e efetivada a posse ao longo de 2022 e 2023.

O ponto positivo desta meta do governo é que se propõe a abrir concurso para um grande número de vagas, contudo, o ponto preocupante é que não haverá ingresso em 2021.
Mas importa saber que já existe tratativa interna no governo para a abertura de concurso ainda este ano e isso já é um grande avanço, uma vez que se passou o ano de 2020 e não houve abertura do concurso.

O Sr. Secretário Adjunto Álamo afirmou que a abertura de concurso não depende exclusivamente da SMSU e envolve outras pastas, além de um certo obstáculo político a se superar: a queda de arrecadação pelo município, mas percebe-se que também é de vontade do Prefeito Bruno Covas a contratação de novos GCM’s.

QUALIDADE DE VIDA E DIGNIDADE DOS POLICIAIS GCM’s

O Sr. Secretário Adjunto Álamo afirmou em reunião que a SMSU terá, neste novo mandato, uma gestão mais humanizada, que visa o bem estar, segurança e saúde dos policiais da Guarda Civil Metropolitana, por meio de diversas ações para o resgate da autoestima e motivação do efetivo.

A fala muito positiva do Sr. Secretário Adjunto Álamo engloba a necessidade de um local e intervalo para descompressão nas operações (a SMSU entende que o nosso efetivo está em faixa etária avançada e necessita de momento de descompressão ao longo da jornada em operações e eventos).

Entre estas ações também está a meta de reformar todas as unidades da Guarda Civil Metropolitana até o final desta gestão.
Nesse sentido, a Diretoria do Sindguardas-SP demandou ao Sr. Secretário Adjunto Álamo que a SMSU faça convênio com quem de direito para a construção e ou reforma da Base Comunitária do Largo da Concórdia para uso da Guarda Civil Metropolitana, servindo de ponto de apoio para alimentação, descompressão e higiene pessoal. O Sr. Secretário Adjunto Álamo vai estudar esta possibilidade e dará resposta na próxima reunião.

FALTA DE COMBUSTÍVEL PARA AS VIATURAS

Demandado sobre a falta de combustível para as viaturas da Guarda Civil Metropolitana, o Sr. Secretário Adjunto Álamo explicou que nesta modalidade de contrato, a SMSU não compra o combustível por litros, mas sim créditos de valores para abastecimento e, em razão do aditamento de 25% da frota no final do ano passado e em razão do aumento do preço do combustível (fato que diminui a litragem para os créditos adquiridos), houve necessidade de racionamento, contudo, a SMSU já resolveu o entrave e, entre o dia 22 de janeiro e o dia 25 de janeiro, o abastecimento das viaturas estará normalizado.

REORGANIZAÇÃO DA REGIÃO GEOGRÁFICA DE ATENDIMENTO DAS UNIDADES

Demandada sobre o retorno da área geográfica de atendimento das unidades da Guarda Civil Metropolitana conforme a região das Prefeituras Regionais, o Sr. Secretário Adjunto Álamo afirmou que este assunto já é superado, uma vez que a SMSU já está tramitando para esta alteração, ou seja, em breve a região de atendimento tornará a corresponder à área de atendimento das Prefeituras Regionais.

VAGAS DE INSCRIÇÃO PARA A DEAC NAS UNIDADES E ESPECIALIZADAS

Demandado sobre a diminuição das vagas da DEAC nas Inspetorias Regionais e nas unidades especializadas, o Sr. Secretário Adjunto Álamo informou que na próxima reunião trará os números de vagas e distribuição para a discussão com a entidade sindical.

PARECER SOBRE O CUMPRIMENTO DA PORTARIA 61/SMSU/16

Demandado sobre a existência de um parecer da Assessoria Jurídica da SMSU que trata da impossibilidade de concessão de folgas para o efetivo que apresentar qualquer tipo de afastamento, ficou combinado entre o Sr. Secretário Adjunto Álamo e a entidade sindical que será agendada uma reunião para tratar especificamente deste caso, pois demanda maior tempo de estudo e discussão.

REESTRUTURAÇÃO DA CETEL E CÂMERAS DE MONITORAMENTO

A Diretoria do Sindguardas-SP demandou o Sr. Secretário Adjunto Álamo acerca da deterioração da CETEL e do serviço prestado por ela, sendo que o Projeto City Câmeras conta com câmeras que não são de gerência da CETEL. Sobre este assunto, o Sr. Secretário Adjunto Álamo informou que o Projeto City Câmeras é bom e pode ser ampliado, mas isso não impede que se retome o projeto inicial da CETEL, com câmeras próprias e a SMSU pode reconduzir o projeto inicial em conjunto com o City Câmeras.

A Diretoria do Sindguardas-SP apresentou outras demandas primárias ao Sr. Secretário Adjunto Álamo, contudo, em razão do tempo limitado da reunião e de outros compromissos do Secretário Adjunto, estas pautas ficaram encaminhadas para a próxima reunião.
SINDGUARDAS-SP TRABALHANDO PARA VOCÊ!
 

Onde Estamos
Rua Xavier de Toledo - 84 - 2º Andar - São Paulo | Telefones: 11 3231 - 0330 / 3231.4902 | Próximo ao metro Anhangabaú

Logo Infosind
Carregando . . .